Motivação

Entendemos que, em Portugal, é necessário:

  • Um maior conhecimento generalizado – por cidadãos, organizações e até do Estado – da relevância da Segurança da Informação, nas seguintes áreas:
    • garantia de privacidade e liberdade dos primeiros;
    • proteção do valor e propriedade de ambos;
    • defesa da soberania nacional;
  • Uma entidade que promova a necessária sensibilização de forma livre, independente, competente, eloquente, multidisciplinar e permanente.
  • Think thanks que suportem, igualmente de forma independente, uma crescente e correta percepção sobre assuntos neste domínio e a consequente tomada de decisão;
  • Uma entidade que apoie os indivíduos a elevarem as suas competências, valor e reconhecimento pelo mercado e as organizações a reconhecê-los como Profissionais Qualificados em Segurança da Informação.
Anúncios